Família em férias


 13 de janeiro de 2017
EC3490-012
Meses de janeiro e de fevereiro, para muitas famílias, são meses esperados. Meses de férias.

É um período para repousar, descansar, relaxar.
Férias (na Bíblia, usa-se a palavra “descanso”) é algo que Deus quer que valorizemos.
A teologia do descanso está presente em toda a Bíblia. Começa em Gênesis, quando fala que Deus descansou no sétimo dia (Gn 2.3), passa pela lei de Moisés (Lv 25.4), está nos Evangelhos (Mc 6.31), é enfatizada no livro de Hebreus (Hb 4.9) e termina com o repouso eterno prometido aos salvos por Jesus, no livro de Apocalipse (Ap 14.13).

Não valorizar as férias, o período de repouso, é pecar contra o próprio Deus, contra o próprio corpo e contra a própria família.
Se há um período para a família se fortalecer, acrescentar lembranças no baú de memória familiar, é sem dúvida o período das férias.
Quando (de vez em quando faço isso) pego os álbuns de fotografias de nossa família, me recordo dos bons momentos das férias que já desfrutamos.
Já passamos as férias em casas de parentes, em hotéis, casas alugadas, em casas emprestadas de amigos, no Sesc e até mesmo em casa.
Já tivemos períodos de férias com chuvas o tempo todo, mas também com muito sol.
Já tiramos férias com um pouquinho mais de dinheiro, mas também com dinheiro contadinho.
São muitas as nossas memórias familiares em torno das férias.
Hoje nossas filhas já são casadas e com filhos e já não passam as férias conosco. Elas construíram suas próprias famílias, mas é muito bom ver que elas levaram para suas próprias famílias o valor das férias.
Neste exato momento, enquanto escrevo este artigo, uma delas está com seu marido, Pr. Elthom, e seu filhinho (meu neto querido Theo) passando férias em São Lourenço, MG.
Fiquei muito feliz ao receber, via whatsapp, uma foto de um passeio de charretes que eles fizeram com meu netinho.
Tenho a certeza de que aquele passeio ficará, para sempre, no baú de memórias dele.
Quando ele crescer, um dia ele vai perguntar: “mamãe, papai, vocês se lembram daquele passeio de charretes que fizemos numa cidade quando estávamos de férias?”.
Às vezes custo acreditar quando ouço alguém dizer que não tira férias com a família.
No período de férias podemos brincar mais com a família, podemos dormir até mais tarde, meditar em textos bíblicos, ver bons filmes, ler um bom livro (geralmente gosto de levar para minhas férias um livro ligado às relatos de aventura, como os de Amyr Klink ou um bom devocional).
Não se esqueça de fotografar!
Hoje, infelizmente, as famílias estão tirando muitas fotos, mas muitas dessas fotos se perderão nos HDs dos celulares e computadores. Mesmo no Facebook elas vão se perder.
Para guardar as memórias das férias ainda vale a pena ir numa dessas lojas e imprimir as principais fotos e colocá-las no velho álbum de fotografias.

Para terminar, uma última palavra.
Não deixe que aplicativos, como Whatsapp, tire o tempo que você tem para construir as memórias familiares.
Não se construirá memórias familiares digitando mensagens para amigos que estão distantes e esquecendo daqueles que Deus colocou bem perto de nós.

********************
Gilson Bifano
Palestrante e escritor na área de casamento e família e Coach para família.

gilsonbifano@mininisteriooikos.org.br


http://www.clickfamilia.org.br/oikos2015/index.php/familia-em-ferias/